segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Mais Poemas de Amor


'Oh, dia. Levanta!Os átomos dançam
As almas, loucas de êxtase dançam
A abóboda celeste, por causa deste Ser, dança
Ao ouvido te direi, onde a leva sua dança.' (Rumi)


'Não posso dormir quando estou contigo
Por causa do teu amor
Não posso dormir quanto estou sem ti
Por causa de meu pranto e gemidos.
Passo as duas noites acordado
Mas, que diferença entre uma e outra!"(Rumi)

"Se o mundo inteiro está cheio de espinhos
O coração dos amantes é um roseiral
Se a roda parasse de girar
O mundo dos amantes continuaria a se mover
Se todos os seres ficassem tristes
A alma dos amantes
Permaneceria nova, viva e leve
Onde houver uma vela apagada
Que seja dada ao amente
Pois ele tem cem mil luzes." (Rumi)

'Não temos nada além do amor
Não temos antes, princípio nem fim
A alma grita e geme dentro de nós:
-Louco. É assim o amor.
Colhe-me. Colhe-me. Colhe-me." (Rumi)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Tantra é para Leões!


Por: Anand Milan & Chandra Veeresha

O Tantra é um mundo real, mas repleto de magias, onde a meditação, o toque, o sexo, o espírito e o corpo são vistos como um todo único, sem divisões, sem regras e com total aceitação de quem se é, de onde se está e do que se tem agora.
É importante compreender que Tantra não é nem negro, nem cinza e nem branco.
Tantra é a medicina da Era de Kali. Veio para desreprimir as pessoas; para levá-las a busca de si mesmas, para alcançar o self; o satori; o samadhi; a iluminação.
Quando se olha o Tantra dividido (e são tantas as divisões) cria-se internamente mais uma divisão e Tantra é justamente uma teia; a união de tudo; o fim da Dualidade e a presença da Unidade.
Estas divisões acontecem por causa do ego. Cada um puxa o seu tapete, leva consigo o que acredita ser bom e tira o que vê como “ruim”.
Existem diversos exemplos disso, catolicismo, afro, evangélicos, budismo, hinduismo e assim vai. Isso tudo só tem feito o ser humano, se represar mais, se destruir cada dia mais, e pode-se observar as pessoas surtando, matando, estuprando, etc...
Tantra é a junção; a permanência; o compartilhar.
Quando a ilustração de Shiva e Parvati aparece, simboliza a preservação do Amor; o despertar dessa energia sagrada; a pureza dos ensinamentos tântricos. Quando estão no coito, estão
unos; estão inteiros, estão presentes e por isso dura anos, séculos, milênios!
Em experiências, vivências, pesquisas, buscas, encontra-se o falso Tantra. Falso porque está quebrado; espatifado; dividido.
O preto não existe sem o branco, assim como a noite não existe sem o dia. São opostos que se complementam.
Pode-se separar, dar nomes, ter diversos apontamentos, mas no final é tudo uma coisa só. Tudo parte do mesmo princípio e volta ao mesmo princípio.
Todas as opiniões são validas, mas o Tantra é simples, é viver, amar, dançar, cantar...

O resto é ilustração para deixar a história mais animada.
Se o diabo existe, quem o criou?
Se Deus é o criador, quem foi o criador do diabo?
Se a cor branca é a matriz de todas as cores, quem criou a negra?
Isso parece idiota demais para ser tão mal compreendido... O que é negro e o que é branco?
Muitos pensam que Tantra é conhecimento e que é aprendido por meio de livros.

“Você aprende a nadar, somente se entrar na piscina. Você pode ler mil livros sobre natação, armazenar todos os dados e informações sobre como nadar, em sua mente, mas na prática você desconhece a natação e se em uma situação de risco, você for obrigado a nadar, sua leitura não poderá ajuda-lo a sobreviver”.

O Tantra para ser compreendido, antes precisa ser vivenciado. Para isso é que existem grupos vivenciais e experimentais.
Tantra é meditação, somente através dela é que podemos chegar a alguma compreensão.
Shiva só estava uno com Parvati porque estavam meditativos e nada mais.
Uma vela é acesa, você pode direcioná-la a seu anjo da guarda, ao seu mentor, mas eles precisam de luz? Se precisarem, então mude de anjos e de mentores!
Uma vela é acesa para levar luz à escuridão, assim como o Tantra é a luz para a desrepressão.

A forma social de viver, com métodos e receitas de “amor ao próximo”; essa falida forma de “compartilhar”, baseada na competição, onde a mente sempre tenta ganhar algo em troca de tudo o que faz, cria no ser humano uma “falsa identidade” enraizadas em conceitos cristãos que nuca tiveram nada a ver com os verdadeiros ensinamentos de Cristo.
Tantra aceita; permite tudo, o negro, o branco, o cinza e tudo mais. Isso são apenas cores e provavelmente você esteja totalmente apegado aos detalhes; ao superficial e o Tantra está no “profundo”.
Muitos bagulhos estão sendo incorporados ao Tantra e defender “bandeira de preto e branco”, parece coisa de comadre; de beata...
E tem mais, estão tentando fazer do Tantra, mais uma religião e o denominam “Tantrismo”.
Já basta o catolicismo, o hinduismo, o budismo e tantos outros “ismos” que nunca trouxeram nada de bom para o mundo? Só guerra (Tantra é a paz), discórdia (Tantra é a aceitação), divisões (Tantra é a unicidade) e dúvidas (Tantra é a iluminação).
Isso criou no mundo seres problemáticos, que esqueceram quem são e que vivem num mundo de mentiras, sendo guiados por cegos...

´´Deixe os mortos, carregarem seus mortos´´.

O Tantra é muito simples. Porque querer acabar com a beleza dele?
È um dos maiores ensinamentos de como abandonar os velhos padrões, as velhas idéias.
O que seria Marido e Esposa, por exemplo?
Um rótulo social dado, para denominar pessoas que ´´se gostam´´ e que talvez queiram compartilhar algo de suas vidas, mas que na sociedade, acaba se tornando uma convivência de obrigações.
Assumir que o Branco cria anjos e o Negro cria demônios, lembra políticos em época de Campanha, que promete, mas transformação de verdade, nunca acontece.
Quando se sente o Tantra circulando seu sangue e se instalando nas veias, somente há amor, todas as distinções e rótulos sociais são quebrados, todas as máscaras caem e fica somente a essência...
O Tantra é totalmente sensorial. Suas práticas estão relacionadas com o corpo; com o toque; com o prazer.
Quando se reconhece que tem um corpo e que esse corpo é um templo sagrado, desperta-se toda a forma de prazer, e é através do sexo que se alcança a mais alta forma de prazer; é através dele (também) que encontramos a nós mesmos; ao nosso MahaDeva (grande deus).

Negar o corpo é matar a Deus. Judiar do corpo é judiar de Deus.
Imagine-se dividido em duas partes. De um lado o seu corpo direito, e do outro seu corpo esquerdo. Isso é o que se faz com o Tantra quando o divide em ´´classes´´.
Tantra é respeito ao Sagrado, tanto o de fora, quanto o de dentro. Se alguém vive em divisão (branco e preto) está dividindo o mundo, está se levantando como soldado armado para a guerra, pois ou compreende e aceita que é metade energia masculina e metade feminina; ou se está apto a ser exterminado por sua própria culpa. Tantra ensina aceitação de TUDO, e nada tem a ver com divisões mentais e egoístas!
O contato, o olhar no olho, e o estar próximo são chaves para grandes compreensões.
Segundo os apontamentos tântricos, amor e liberdade estão lado a lado. Amor é aceitação de si mesmo e do outro tal como é.
O Tantra diz que você é Deus, e que quando reconhece a sua Divindade Interna, a manifesta a todos os lugares e pessoas. Você é o Amor vivo!
Os grandes mestres sempre que se iluminavam diziam ´´Eu sou Deus´´ pelo simples fato de reconhecer que eles são você e que você é eles. Mais uma vez a prova de que não existe divisão.

Jesus também extinguiu a divisão, quando disse: ´´Eu e o Pai somos UM´´.
Buda, quando se aceitou como iluminado disse: ´´Todos são Budas´´.
Como reconhecer o deus que habita em você?
Comece de onde você está. Se estiver no sexo brutal, inicie dele a sua transformação para algo mais elevado.
Quando alguém tem fome, quer saciar esta fome e se alguém lhe disser para não pensar em comida, aumentará ainda mais a fome. Por este motivo, se nossa sociedade continuar insistindo em reprimir as pessoas, mais se criará perturbações de todo o tipo.
O Tantra é realmente “Morte e Renascimento”. Quando uma pessoa começa a SER tantra ela percebe que tudo o que há na sociedade em que vive perde o valor, mas ao mesmo tempo ela aprende a ´´estar na sociedade sem fazer parte dela´´.
A sociedade criou “ovelhas”. Veja as pessoas em suas religiões seguindo mandamentos e se entorpecendo de ilusões, se escondendo umas atrás das outras, repletas de muletas e dependências emocionais. As ovelhas têm o hábito de andar sempre em grupos para se proteger. Quando uma se desprende do resto do rebanho, fica atordoada e geralmente morre por desconhecer o mundo longe das outras.
Tantra é para leões. Ele desperta em nós nossa individualidade. Nos dá a liberdade de sermos quem realmente somos.
O Tantra é a arte de se relacionar consigo e com os outros.

Meditação Tantrica

Técnica adaptada de uma meditação do Iluminado Osho.
TÉCNICA DO ESPELHO

Técnica adaptada de uma Meditação do Osho.
PS: Esta é uma técnica pode ser feita sozinho(a) em casa, mas o ideal é que ela seja feita em grupo e de preferência com um(a) Orientador(a).

1- Esta técnica deve ser feita sem música ambiente.
2- Tenha à sua frente um espelho grande, na frente do qual ficará sentado (a) durante toda a prática.
3- Ascenda uma vela em posição que deixe o rosto sem sombra no espelho.
4- Apague todas as luzes do local, deixando somente a vela acesa.
5- A vela deve ser colocada em tal posição que auxilie para que veja sua imagem refletida no espelho.
6- Comece, olhando para o espelho e evite ao máximo, piscar.
7- Pergunte-se em voz alta: QUEM É VOCÊ? E mantenha sua atenção no espelho.
8- Continue perguntando quantas vezes for necessário: QUEM É VOCÊ?
9- A técnica deve ser feita durante 30 minutos, por 15 dias consecutivos.
Ao final dos quinze dias, querendo compartilhar sua experiência conosco, entre em contato por e-mail.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Poemas de Amor- Rumi

“Não durmas
Senta com os seus pares
A escuridão oculta a água da vida
Não te apresses, vasculha o escuro
Os viajantes noturnos estão plenos de luz
Não te afastes, pois, da companhia dos seus pares.” (Rumi)

"...Na verdade, somos uma só alma, tu e eu.
Nos mostramos e nos escondemos tu em mim, eu em ti.
Eis aqui o sentido profundo de minha relação contigo,
Porque não existe, entre tu e eu, nem eu, nem tu."
(Rumi)

"- Vem, ao jardim na Primavera (disseste)
- Aqui estão todas as belezas, o vinho e a luz
- Que posso fazer com tudo isso sem ti?
- E se está aqui, para que preciso disso? "(Rumi)

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Tantra- Sexo e Libido


Inicialmente a libido era conhecida como impulso sexual. Graças aos estudos e pesquisas de Froid é que o Ocidente passou a conhecer um pouco sobre ela. Mas foi Jung, discípulo de Froid que ampliou esta compreensão quando entendeu que a libido é o impulso e manutenção da própria vida e sendo assim, não está relacionada apenas ao contexto sexual. No Tantra, chamamos de Kundalini esta energia que sustenta e mantem a vida. É por meio dela que tudo se cria.

"...Pessoas com falta de libido estão facilmente estressadas, cansadas, esgotadas ou desenergizadas. Outras com problemas de tireóide (hiper), anoréxicas, melancólicas ou deprimidas. Todos estes sintomas são causados por falta de Libido.Voce conhece alguém assim?

Já as pessoas com excesso de libido podem desenvolver algum tipo de fanatismo, inclusive religioso, vários tipos de obsessões ( aqui incluímos estas pessoas que são capazes de cometer algum ato ilícito por ciúme, por dinheiro ou por poder). Vitimismo, mania de perseguição, ganância, podem ser também motivados por desequilíbrio da energia sexual...

A maior parte da humanidade apresenta hoje algum desses sintomas devido ao tipo de alimentação, á correria do dia, estresse, idade, uso de medicamentos controlados, enfim, os fatores que fazem com que a libido permaneça em desequilíbrio podem ser vários.

E neste contexto, as Massagens de origem Tântrica são essenciais, pois atua com eficácia no sistema hormonal equilibrando a prolactina na mulher e a testosterona, no homem. Se através de um Tratamento com Massagem Tantrica for detectado, por exemplo, que o problema é psicológico, vamos direto na causa do mesmo. Esta massagem atua em todos os campos desde o espiritual, passando pelo mental, emocional e físico. Por isso é que é muito eficaz.Uma vez que a libido está equilibrada voce se sente vivo, energético, com mais concentração, motivação, mais alegria de viver. Portanto, a compreensão de que libido tem a ver com sexo, é uma visão antiga e simplista de algo tão grandioso!
Além das Massagens Tantricas, as vivências de um modo geral tendem a libertar esta energia que se mantem aprisionada ao centro sexual na maior parte das pessoas. Uma vez liberta e o ser humano reconhece quem é, torna-se mais amoroso, mais sensível, intuitivo e compassivo.Antes de libertar esta energia, o homem comum é incapaz de descobrir todas as suas potencialidades enquanto ser aqui neste Planeta."

Por: Chandra Veeresha

Frutas que aumentam a Libido

Muitas pessoas não tem o conhecimento sobre o poder que alguns alimentos possuem sobre o nosso organismo. Alguns possuem efeito rejuvenescedor, outros efeitos desintoxicante, mas os alimentos muito buscados são aqueles que aumentam a libido. Dentre os alimentos que acendem um fogo a mais, estão as frutas. "O que a ciência comprova hoje em relação aos benefícios das frutas, para os adeptos do Tantra não saõ nenhuma novidade, visto que a alimentação frugivorista é a preferida pela maioria de nós."
Claro que não são todas as frutas que aumentam a libido, mas algumas fazem isso muito bem.
Algumas pessoas já passam por problemas de desejo, outras só querem aumentar cada vez mais a libido. Existem casos e casos. Nem sempre é caso de buscar ajuda profissional e acompanhamento. Vale a pena tentar algumas dicas antes!
A falta de desejo sexual pode atingir qualquer pessoa e, pode ser decorrente de inúmeros fatores. Por isso, é preciso que você consulte um especialista e inicie um tratamento, se o caso for mais grave do que você imaginava. Caso o contrário, apele para as frutas que nós garantimos que irão ajudar e muito.
Lembrando que nem a dietologia à base de frutas e nem as Terapias Tantricas tem o intuíto de susbstituir o médico. Quando atendo em casos de tratamento, observo o nível de disfunção que cada um se encontra para poder afirmas se tratamentos terapêuticos sozinhos serão realmente eficazes. Pela minha experiencia, quase sempre são, mas como eu disse, cada um é único e cada caso é um caso!

Banana- É uma fruta rica em magnésio e causa vasodilatação nos vasos sanguíneos, sendo própria para aumentar a libido e o desempenho sexual. Auxilia na produção de serotonina, que provoca a sensação de felicidade e contém uma enzima chamada bromelina que um efeito positivo na libido, promovendo assim, sua melhora. Também contém níveis significantes de potássio e de vitaminas B, que agem de maneira positiva no apetite sexual.
Romã- Dentre todas as frutas que aumentam a libido, a romã é uma das mais conhecidas pelo seu poder de aumentar o desejo sexual, já sendo até objeto de estudo revelando sua eficácia. O principal motivo para ela aumentar o desejo sexual é que a romã promove um aumento na produção de óxido nítrico no corpo, o qual é capaz de ajudar na vasodilatação e consequentemente, aumenta a libido.

Figo- Os figos contêm aminoácidos e, eles que são os responsáveis pelo aumento do desejo sexual. Os aminoácidos têm papel importante na saúde da vida sexual e ainda contribuem com a produção de óxido nítrico. O figo também aumenta significativamente a energia sexual, deixando os sentidos ainda mais vivos, sendo uma ótima recomendação de fruta para quem quer mais fogo na relação.
Abacate- O abacate contém altos níveis de ácido fólico e, isso auxilia a metabolizar proteínas e dá bastante energia para gastar. Além disso, o abacate tem também bons níveis de vitamina B6, contribuindo com a produção de testosterona e o potássio contido na fruta ajuda a aumentar o desejo sexual na mulher.

Extraído do site: www.mulherbeleza.com.br

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Tantra- O prazer e bem estar do Toque


Por: Chandra Veeresha & Anand Milan

Para a Filosofia Tântrica, o toque é fundamental e deve ser o mais amoroso o possível. Seja o toque no ser amado, ou num amigo, num cliente que recebe a Massagem tântrica, deve ser sempre carregado de devoção. Ser tocado nos faz sentir amados, nos dá sensações de bem estar, energia, prazer e leveza...
A ciência hoje comprova que o toque suave e carinhoso na pele desencadeia reações hormonais sobre a psique. As endorfinas trazem a sensação de felicidade, aumentam a capacidade de rendimento, elevam o prazer de viver e intensificam a percepção sensória.

Quando tocamos alguém, parte da nossa energia vital é doada. Se unirmos ao toque, uma intenção de cura e equilíbrio, o poder do toque aumenta significativamente
Infelizmente a sociedade atual está cada vez mais distante desta realidade. Cada dia aumenta mais os divertimentos à distância (computadores, celulares, etc). O Marketing criou uma necessidade tão grande de aparelhos eletrônicos, que hoje fica difícil se imaginar sem eles. É claro que eles têm sua importância, entretanto existem pessoas tão compulsivas por celular, Internet e jogos que se esqueceram da importância do contato pessoal; do toque.

Quando crianças nos tocamos sem malícia, porque tudo é bonito, é prazeroso; é permitido. Mas ao crescer, torna-se difícil dar um simples abraço e muitas vezes isto está ligado ao “medo do que os outros vão dizer”. A simples idéia de parecer frágil ou vulnerável já nos faz fugir de um toque de carinho e nos fechar em um mundo que criamos em torno de nós.

Mas quem não recebe carinho ou não é tocado por um longo período de tempo, é menos aberto e malicioso, associando qualquer gesto de carinho, como um simples abraço, à pornografia. Esquecem as sensações agradáveis do toque e se atrofiam mentalmente, tal qual, músculos que deixaram de ser utilizados.
Esta forma repressora de viver, vigente na sociedade atual é responsável pelo aumento do estresse e da tensão. São tantas atividades durante o dia, que nossos músculos se enrijecem, causando danos sérios à saúde e muitas vezes até irreversíveis. O perigo neste caso está em se acostumar às sensações de tensão, angústia e solidão e deixar de observar o que o corpo precisa.

Todo corpo precisa ser tocado. Toda pessoa necessita de carinho. E isto deve acontecer já na infância, porque então teremos adultos soltos, receptivos, com mais consciência corporal e que sabem retribuir afeto. Pessoas capazes de adentrar intensamente nas suas emoções.
Sempre há tempo de se abrir; se libertar; descobrir o amor; o carinho; o toque. O Tantra está aqui também para isso. Libertar corpo e mente de antigos padrões é uma das suas funções, por isso existem tantas vivências corporais e rituais que aumentam o vínculo entre as pessoas e lhes aponta um novo horizonte, sem tabus e com muito mais liberdade. Uma liberdade que começa pelo corpo.

Embora, muito associado ao misticismo e à religiosidade, Tantra também é ciência.
Obs: Este texto foi escrito com base em nosso T.C.C de Formação em Terapeutas Holístico e se copiado, peço o favor de mencionar isso, bem como os nomes dos autores.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Curso de Tantra


Formação Terapêutica - Início 18 de Março

O Tantra é uma cultura lindíssima que aponta para o autoconhecimento através do corpo. Por isso, é tal mal compreendido, já que a maioria das “práticas espirituais” de outras tradições, são contra o corpo e o Tantra, totalmente a favor, vendo-o como veículo para a tão sonhada” realização” espiritual.

Nas ruas, nos meios de comunicação o que mais vemos hoje em dia é violência gratuita, pessoas surtando repentinamente, gente enlouquecida por sexo e pornografias, pessoas doentes do corpo e da alma. O Planeta a cada dia precisa mais de pessoas dispostas a espalhar os ensinamentos do Tantra para que tenhamos uma humanidade no mínimo, mais humana, sexualmente equilibrada e repleta de amor para compartilhar.

Muitas pessoas me dizem: “Mas eu sou sexualmente equilibrada”., atribuindo desequilíbrio a estupradores, sexólatras ou a pessoas com algum tipo de disfunção sexual aparente. Porém, a falta ou excesso de libido é um desequilíbrio da energia sexual.

Pessoas com falta de libido estão facilmente estressadas, cansadas, esgotadas ou deprimidas. Outras com problemas de tireóide (hiper), anoréxicas, melancólicas ou deprimidas. Todos estes sintomas são causados por falta de Libido.Voce conhece alguém assim?
Agora mudando minha pergunta: Voce conhece alguém que não esteja assim?
Já as pessoas com excesso de libido podem desenvolver algum tipo de fanatismo, inclusive religioso, vários tipos de obsessões ( aqui incluímos estas pessoas que são capazes de cometer algum ato ilícito por ciúme, por dinheiro ou por poder). Conhece alguém assim?
A maior parte da humanidade apresenta hoje algum desses sintomas.
Por isso que digo que o Tantra é absolutamente necessário nos dias de hoje. O Tantra é um remédio. Muitas pessoas por falta de informação acreditam que o Tantra é pervertido. Mas pelo contrário, o tantra é uma ciência que visa equilibrar tudo isso, contribuindo com toda a sociedade.

Aprenda a utilizar a energia sexual de forma sacralizada e a transformá-la no mais alto grau de amor. Você conhecerá uma nova forma de se relacionar consigo, com o outro e com o mundo, baseada na liberdade de “ser quem se é”, vivenciando e experimentando todos os seus sentidos, por meio de Vivências Corporais, Jogos Lúdicos Inéditos, Exercícios de Bioenergia, Yoga, Danças Celebrativas, Meditações e muito mais.


Alguns apontamentos:

- Kundalini (O despertar da sexualidade de forma responsável);
- Quebrando tabus e conceitos errôneos sobre o tantra, o corpo e a sexualidade;
O Sagrado Feminino (A importância da mulher espiritualizada);
- A importância do ritual nos dias de hoje;
Kundalini Yoga (práticas básicas para o terapeuta);
- Massagem Tântrica (básico, intermediário e avançado- incluindo Lingam e Yoni).
Massagem Tântrica como Terapia e/ou preliminar;
- Aromaterapia Tântrica (com aulas práticas onde voce aprenderá a fazer seu próprio óleo e creme para massagem com essências que estimulam ou equilibram);
- Tipos de alimentação tântrica (Dietologia, Sucoterapia e muito mais)
Kundalini Yoga (práticas básicas para o terapeuta);
- Massagem Tântrica (básico, intermediário e avançado- incluindo Lingam e Yoni).
Massagem Tântrica como Terapia e/ou preliminar;
- Aromaterapia Tântrica (com aulas práticas);
- Tipos de alimentação tântrica;
Maithuna (Sexo Sagrado – com material incrível);
- Aceitação de si mesmo e do outro;
- Meditações ativas e passivas;
- Uso de Aromas, Incensos, velas, etc;
- Meditações;
- Como ser verdadeiro, solto, desapegado e pacífico:
- Leelas Tântricos (beijos, abraços, caricias e muitas brincadeiras amorosas);
- Jogos Lúdicos;
- Vivências de Bioenergia;
- Direcionamento da Energia Sexual ao Coração;
Como manter contato com a Egrégora e os Mestres Espirituais Tântricos;

Duração: 9 meses / sendo 1 domingo por mês

Material.: Apostila em CD e CD´s para prática.
Certificado
Terapeutas Responsáveis: Chandra Veeresha & Anand Milan
Investimento: R$ 152,00 (mensais)
matrícula: R$ 71,00.
www.templodaluaterapias.com

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Tantra – Beijos Tântricos apimentam a relação


Por: Chandra Veeresha

Quando um casal começa a praticar juntos algumas técnicas do Tantra, é comum experimentarem um tipo de cumplicidade diferente, além de uma sintonia de pensamentos incrível. No popular diria que o casal experimenta um tipo de união que em nada tem a ver com “apego”. As experiências tântricas, ainda que simples, auxiliam na liberação de crenças e tabus individuais que em geral são passadas para nós pelos pais, professores, religiões e pela sociedade em geral.

Os toques, carinhos, carícias, beijos e abraços tântricos, conhecidos como Leelas (brincadeiras) trazem consigo atitudes mentais diferentes. Atitudes de compartilhamento e devoção ao ser amado. O desejo de compartilhar na relação deve ser verdadeiro para que se possa tornar a relação amorosa, saudável. E fazem parte das Preliminares do Ato de amor Ritualístico(Sexo Tântrico- Maithuna).

Dentre os leelas tântricos, o beijo expressa perfeitamente as emoções. Por meio dele é possível expressar: erotismo, amor, ternura, gentileza, paixão, carinho, respeito ou gratidão, bem como, perceber o quanto seu parceiro está envolvido. O beijo tântrico é uma ferramenta de sedução e demonstração dos sentimentos.
Os lábios são extremamente sensíveis e quando tocados, todos os outros sentidos são despertos, aumentando também o desejo sexual, por isso dizemos que “o beijo é o encontro dos portais superiores”. Através dele há tanto troca de energia, quanto de secreções vitais.

Os lábios para os Tântricos se assemelham ao órgão genital feminino, enquanto que a língua representa o genital masculino.

A ciência comprova que o beijo além de prazeroso traz uma série de benefícios fiscos e emocionais. O toque ardente dos lábios movimenta 29 músculos, provoca a pressão de até 12 quilos de um rosto contra o outro e eleva os batimentos cardíacos: eles saltam de 70 para 150 batimentos por minuto. Esse bombeamento sanguíneo aumenta a oxigenação das células, estimula as funções circulatórias e diminui a insônia e as dores de cabeça. A cada beijo de língua, trocam-se 250 bactérias junto com a saliva (aumentando a imunidade), o corpo queima 12 calorias e a produção de hormônios aumenta. O nível de serotonina (substância química que dá a sensação de euforia e em seguida, de relaxamento), cresce. Por isso, beijar na boca acalma, ajuda a liberar sentimentos reprimidos, reduz o complexo de rejeição e alivia o estresse. Tudo em questão de instantes.

Os Tantras consideram o beijo como uma parte profundamente importante do Maithuna (Ato de amor ritualístico). Existem vários tipos de beijos tântricos:

- Beijo reto: ambos os lábios se tocam. O famoso “selinho”;
- Beijo em curva: ambas as cabeças são curvadas;
- Beijo de língua: um dos parceiros toca a língua, dentes e palato da outra com a própria língua. O gostoso aqui é a troca. Num momento a língua de Shiva toca o céu da boca de Shakti e no seguinte, Shakti toca o céu da boca de Shiva, com a língua. É um beijo extremamente excitante.
- Beijo envolvido: um dos parceiros toma os lábios do outro entre os seus lábios, sugando-os e movimentando-os.

Se o objetivo é seduzir, a dica do Ananga Ranga é sensacional. Lá está escrito: "Quando a Shakti está cheia de desejo, deve colocar o lábio no inferior da boca do Shiva, mastigando-o e mordendo-o nesta região com suavidade. Ele deve fazer o mesmo com o lábio superior da Shakti, tomando cuidado para sugá-lo com delicadeza." Dessa forma ambos ficarão sexualmente estimulados e sua paixão produzirá muito calor”....."Quando a Shakti está dominada pela paixão, deve cobrir os olhos do amante em suas mãos e, fechando os próprios olhos, deve introduzir a língua em sua boca. Deve então movê-la de um lado para outro, para dentro e para fora, com um movimento agradável que sugere formas mais íntimas de prazer ainda por vir.

O Tantra ensina, ainda, que o lábio superior da Shakti tem relação reflexológica com sua Yoni (vagina), sendo uma das partes mais erógenas do seu corpo. Se a mulher anda desestimulada sexualmente, a massagem em seu lábio superior libera energia e cria anseios sexuais. Segundo os tratados tântricos, existe um canal nervoso que liga o palato e o lábio superior ao clitóris. Isto explica esta sensibilidade que a mulher tem nos lábios.
As mulheres tântricas (Sadhikas) através de visualizações e respirações canalizam com facilidade a energia sexual no momento em que este nervo sutil percorre do clitóris até o lábio superior (esta é uma lição mais adiantada que exige conhecimento, estudo e prática).

É o beijo, portanto, um excelente estimulante para homens e mulheres, Dê mais tempo às preliminares. Experimente os beijos que já conhece e introduza criatividade e afeto a eles.

“Quanto mais se permanecer em brincadeira (leela), carinhos e carícias, estendendo a excitação, mais a energia Kundalini será ativada e o prazer aumentará, então, o ato sexual poderá (ou não) acontecer, mas em ambos os casos, o casal estará internamente preenchido e agraciado.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Bruxaria, Xamanismo e Tantra


Por Chandra Veeresha

Muito se fala nestas tres tradições sagradas, na atualidade. O que pouca gente conhece é a semelhança entre elas. Por isso, resolvi escrever este texto a fim de mostrar que muito embora tenham sim algumas divergências, na essência, são extremamente parecidas.
O Culto Arcaico da Deusa Mãe (também conhecido como Bruxaria Antiga) é provavelmente a mais antiga religião Ocidental, segundo pesquisadores. Se expressa através de imagens, tendo a natureza como a Grande Mãe. Cultua o sol, as águas, a lua, as pedras, o vento e o fogo que para lhes é sagrado e se expressa por meio de imagens. Cultua a vida e a morte.

É incrível a semelhança da antiga Bruxaria com o Xamanismo e também com o Tantra. Ao contrário do que pensam muitas pessoas, estas culturas são muito próximas. Todas tem como centro a deusa; a mulher; a fêmea. São todas culturas matriarcais. Todas são também ritualísticas e tem a natureza como principal palco para suas cerimônias.
Os ritos começam desde a organização do espaço sagrado, passando pelas suas vestimentas, alegorias, imagens e símbolos.

No xamanismo e na Bruxaria existe sempre a evocação das divindades e das Forças na Natureza ao se iniciar um Ritual. Eu mesma, quando inicio Rituais e Vivências Tântricas, costumo evocar toda Ancestralidade desta Egrégora (muito embora seja uma prática incomum nos dias de hoje, mas sinto a importância e faço- qualquer pessoa um pouco sensível nota a diferença quando as energias naturais são evocadas e respeitadas).
Os rituais são geralmente em círculos em ambas as culturas. No xamanismo temos a “Roda de Cura” ou “Roda Medicinal” e no Tantra o Chakra Puja em grupo que é também uma prática circular secreta (hoje em dia, nem tanto). Aliás, o círculo representa o Universo, sem começo e nem final, mas também representa a mulher, cujo corpo é naturalmente curvilíneo. O nu é bem visto e sagrado, pois se leva em conta que foi assim que nascemos. Sem máscaras.

Compartilha- se de alimentos, cantos, danças e bebidas nos rituais, mas as frutas são unânimes, pois possuem representação espiritual para todas as tres culturas, justamente porque são alimentos provenientes da terra.
A energia manipulada durante um ritual pode levar os participantes a transes e alterações de consciência. Para o Tantra a celebração é uma constante, dança-se, canta-se e entoam-se os mantram (sons de poder) que fazem entrar em êxtase e sentir esta união com o Todo. Na realidade para nenhuma dessas culturas, existe separação entre o homem e o Universo. O que há, nos dias de hoje, é um ressurgimento de ambas com uma linguagem um pouco diferente a fim de ajudar o homem a relembrar tudo isso, haja visto que com o advento do Cristianismo, durante milênios foi-se proibido declarar-se “bruxo, xamã ou tântrico”, bem como de expressar a religiosidade livremente, o que fez com que muita gente se esquecesse da sua ligação com o Divino e passasse a ver-se como algo separado do resto da Existência. Hoje ainda existem leis que nos proíbe de usar a palavra “cura” remetendo-nos ao curandeirismo, como se houvesse algo de errado em buscar o equilíbrio por meio de ervas, cantos, rezas e banhos!

A Grande Mãe é ao mesmo tempo “entidade” e “energia” como é também Kundalini Shakti para os tântricos, energia sustentadora da vida que se manifesta em tudo e é tida como deusa. O homem viril deve experimentar das águas dessa fonte feminina para despertar o poder das emoções, da intuição e do amor.

No Tantra, a principal representação de virilidade é o deus Shiva. Shiva representa a sacralização da sexualidade e a transmutação das energias. Mas apesar de uma divindade masculina, seu corpo é curvilíneo como de uma mulher, lembrando a importância da energia feminina na criação do homem. Afinal, é de um ventre feminino que sai o homem!

Na Bruxaria Antiga, o deus viril é o deus cornudo, correspondente tanto do Profano, quanto do Sagrado. Qualquer semelhança com (nosso) Deus Shiva não é mera coincidência! Se fossem homens ambos seriam uma espécie de homens “alfa”. Viris, fortes, poderosos, mas ao mesmo tempo, gentis e amorosos.

As tres tradições estão renascendo, com algumas mudanças (pois o mundo também mudou muito), mas o bom é saber que podemos falar em assuntos como rituais de amor, cura, ou fertilização sem correr o risco de sermos jogados nas fogueiras. E mais, perceber que tudo o que é Verdadeiro, se repete em vários cantos do mundo, recebe nomes diferentes e se adapta à cultura local, mas lá no íntimo é uma coisa só. A prova de que o "Todo" está em "Tudo".